Caminhada para uma das mais belas vistas da cidade do Rio de Janeiro

Travessia Petrô x Terê, uma das mais belas do Brasil

A travessia Petrópolis x Teresópolis é considerada por muitos a mais bonita do Brasil, e não é para menos. Normalmente é realizada em 3 dias, podendo também ser feita em 2 ou até mesmo 1 dia, mas sugiro fazê-la no máximo de tempo possível para aproveitar cada segundo dessa viagem incrível.

No dia 1, comecei a travessia às 12h pela sede de Petrópolis. Caminhei junto com meus guias 8km até os Castelos do Açu (2.232m de altitude com desnível de 1.100m), onde acampamos. O abrigo no Açu estava interditado e, por isso, não dispunha da mesma estrutura que o abrigo da segunda noite na Pedra do Sino. O anoitecer por lá foi lindo (foto acima). As cores foram, aos poucos, se misturando até escurecer por completo, dando espaço para um céu estrelado que não costumamos ver na cidade -- com direito à estrela cadente e tudo. Jantamos logo depois e dormimos cedo para assistir ao nascer do sol no dia seguinte.


No dia 2, lá estava o sol surgindo por entre as montanhas que formam a Serra dos Órgãos. Foi absolutamente lindo! Tomamos café da manhã em seguida e continuamos a caminhada: 10km de descidas e subidas entre vales com um visual maravilhoso das montanhas do Parnaso (Parque Nacional da Serra dos Órgãos), como o famoso Dedo de Deus, Escalavrado, Garrafão, Papudo, entre outros. Apesar de não exigir muito esforço, existem alguns trechos complicadinhos e expostos, onde é importante estar acompanhado de guias experientes com corda. Chegamos ao Abrigo 4 por volta das 14h, descansamos um pouquinho e então, finalmente, subimos a Pedra do Sino -- ponto mais alto do Parque. Nosso intuito era ver o pôr do sol, mas infelizmente, as nuvens e a neblina não permitiram. Na descida, optamos por acampar -- mas quem busca por mais conforto há a opção de um abrigo com boa estrutura, com beliche e bivaque, utensílios de cozinha e até banho quente (pagos à parte).

No dia 3, acordamos cedo e fomos belamente compensados pela falta de pôr do sol da tarde anterior: o sol nasceu maravilhoso por trás dos Três Picos (foto abaixo), proporcionando um momento incrível de contemplação e paz. Tomamos café da manhã e seguimos para a última trilha da viagem. Esse último dia de travessia são 12km de uma trilha muito tranquila até a parte baixa do Parque, na cidade de Teresópolis, passando pelas cachoeiras do Véu da Noiva e do Papel. Esse trecho foi todo pela mata fechada e um clima nostálgico, de quem se despede de um dos Parques mais bonitos do Brasil. Certamente, voltarei em breve!

Dica 1: Se você não tiver experiência, não tente fazer a travessia sem a companhia de guias, pois a rota não é bem sinalizada.


Dica 2: Ao fechar com o guia, é possível escolher pacote com alimentação incluída. Faça a conta direitinho, às vezes vale a pena pagar um pouco a mais para não carregar o peso.


Dica 3: Para tirar o melhor proveito, o ideal é que esteja com preparo físico em dia pois são três dias intensos de caminhada.


Dica 4: O tempo no Parnaso muda bastante, então prepare-se para neblina, frio e chuva.


Ficou com vontade de fazer a travessia mas ainda tem algumas dúvidas? Escreve pra gente! Temos parceria com excelentes guias que com certeza, farão sua travessia ainda mais especial.


#Travessia #Parnaso #ParqueNacional #Petrópolis #Teresópolis #Trekking #RiodeJaneiro #Brasil

Posts recentes

Parceiros