Caminhada para uma das mais belas vistas da cidade do Rio de Janeiro

Parques canadenses Banff e Jasper: 5 dias e 4 noites numa região que podemos chamar de paraíso na Te

Foram 5 dias que passei com a minha família pelos parques Banff e Jasper no Canadá. De carro de Calgary até Banff são uns 100km até a guarita, onde temos que comprar uma permissão para entrada e permanência no parque e o preço varia de acordo com o tempo que quer ficar por lá.

O bom de estar de carro é poder parar sempre que quiser.

E são muitos lugares, sempre sinalizados como view points, com indicações de caminhadas de diferentes níveis, distância e duração. Vale parar sempre que quiser. A infraestrutura dos parques é fantástica. Em muitos view points há onde comer, descansar, banheiro, lojas

Dia 1

No primeiro dia paramos para ir ao Johnston Canyon, uma caminhada fácil e rápida até um recanto lindo com quedas d’águas cristalinas. De lá seguimos em direção ao Lake Louise. No caminho, paramos na cidade de Banff para comprar umas comidas para os próximos dias. A cidade é pequena, uma gracinha, típica de estação de esqui.

Ficamos hospedados no Hostal HI Lake Louise. O albergue é fantástico, muito perto do lago e é uma ótima opção. Em frente ao lago tem um daqueles hotéis 5 estrelas que, se for o clima da viagem, deve valer a hospedagem. Passamos o fim da tarde admirando a beleza de tirar o fôlego do Lake Louise e os arredores do lago.

Dia 2

Na primeira manhã fomos tomar café-da-manhã na estação de esqui e fizemos o passeio de gôndola até o topo da montanha. Era Setembro, então não tinha neve, mas sim um verde lindo, com alguns picos nevados ao redor. Lá em cima tem o Wildlife Interpretation Centre para visitar e aprender mais sobre o local e os animais da região. Com sorte, você pode ver o maior urso da região, The Boss, andando pela montanha.

De lá seguimos para o Moraine Lake, onde fizemos um passeio de caiaque. A cor desse lago é de outro mundo! Vale caminhar pelo entorno do lago e subir um pequeno aglomerado de pedras para ver a vista do alto.

Depois, voltamos ao Lake Louise e fizemos outra caminhada até o Lake Agnes, que fica no topo da montanha, junto a um pequeno café, indicado como tea house pelo caminho. Parece cena de filme. A caminhada não é leve, mas também não é das piores. A subida vale muito! Chegar lá e tomar um chazinho recompensa.

A noite jantamos em um restaurante no Lake Louise chamado Station, construído numa antiga estação de trem. Muito agradável e excelente comida.

Dia 3

No terceiro dia dirigimos em direção a Jasper pela Icefields Parkway. No dia todo rodamos em torno de uns 250km. No caminho, muitas paradas e muitos lagos para todos os gostos e todos tons de azul.

Nossas paradas foram: Hector Lake, Peyto Lake, Bow Summit, Waterfall Lake e Athabasca Falls.

Athabasca é um rio que desce pelo parque margeando boa parte dessa estrada. A quilômetros de distância, você passa pelas geleiras do Athabasca e acaba onde suas águas, já descongeladas, formam uma queda de metros de altura numa cachoeira. É quase que poético acompanhar todo esse trajeto.

A última parada foi a cidade de Jasper, onde fizemos um passeio de gôndola para o topo da montanha e depois jantamos na cidade. Nessa noite, dormimos no Sunwapta Falls Rocky Mountain Lodge, no meio do nada, entre os parques. A ideia de dormir lá era facilitar a locomoção, mas acho que no final não fez muito sentido, pois tivemos que ir e vir muito na estrada. Mas valeu bastante pelo lugar, muito agradável, e pela sensação maravilhosa de estar no meio do mato.

Dia 4

Nossa manhã foi pelo Maligne Lake, que é um dos principais lagos da região (daqueles que aparecem na primeira busca no Google). Chegando lá fizemos uma caminhada ao redor do lago e depois um passeio de barco. O lago é gigantesco. É de barco que chegamos ao tal ponto das fotos do Google e não é à toa que é uma das fotos mais clicadas.

À tarde seguimos para o Athabasca Glacier para fazer o passeio pelas geleiras no meio das montanhas. O passeio é ótimo e bem diferente, num ônibus especial que anda pela neve. É lindo estar no meio da neve e poder beber a água gelada que sai direto das geleiras. Além de muito interessante imaginar todo o trajeto da água ali degelando e chegando até a Athabasca Falls, que visitamos no dia anterior.

Nessa noite, dormimos novamente no albergue do Lake Louise.

Dia 5

No último dia, tomamos café-da-manhã na cidade de Banff num café lindinho com direto a panquecas com maple syrup. Depois, antes de deixar o parque, passamos pelo Lake Minnewanka. Quando você acha que viu tudo de mais lindo, eis que surge outro lago que, para despedida, não podia haver melhor. Paz e gratidão era o que sentíamos. Fizemos um piquenique por lá e seguimos para Calgary para pegar o avião para Toronto.

Lembrando que o Utópicos é uma agência de viagens e pode encontrar as melhores passagens e hospedagens para a sua viagem. Entre em contato e solicite um orçamento sem compromisso :)

#Canadá #Banff #Jasper #ParquesCanadenses

Posts recentes

Parceiros