POST

Uma semana na Noruega

Como planejadora de viagens, sei como são valiosos os resumos e as dicas para dar um pontapé inicial no roteiro de viagem -- principalmente quando ainda não sabemos o que fazer. No post de hoje, compartilharei com vocês a minha semana na Noruega, para ajudar os que estão pensando em visitar esse paraíso.

Dia 1: Aterissei em Oslo. Como não curto cidade grande, passei apenas uma tarde por lá enquanto fazia hora para pegar o trem para Bergen. Como tudo na Noruega é muito caro, optei por pegar o trem noturno e assim, economizar uma diária (já que são aproximadamente 7 horas de viagem). Esse percurso, entretanto, é lindo, então talvez valha a pena fazê-lo de dia para apreciar o caminho.


Dica: Você pode comprar sua passagem saindo da estação central de Oslo (Oslo S) e alugar um armário para deixar suas malas enquanto passeia pelo centro, já que as principais atrações são ali perto.


Dia 2: Bergen é menor que Oslo e mais simpática. Sua atração principal são os passeios de barco para conhecer os famosos fiordes. Existem diversas opções; o que eu fiz durou 3h30 e custou Nok 500. O dia estava ensolarado (o que não é muito comum em Bergen) e o passeio foi lindo. O barco vai passando por entre as montanhas, que ficam espelhadas na água e parece até montagem. Além de passear pela cidade, ver as casinhas coloridas de madeira e visitar o mercado de peixe, outro passeio famoso é o bondinho, que leva ao topo da montanha para apreciação da vista da cidade. Recomendo ir até o mesmo lugar caminhando, pois a trilha é bem sinalizada e dura apenas 45min. Com isso, você economiza umas boas coroas norueguesas (dinheiro local). Se você gosta de caminhadas e estiver com tempo, pode explorar outros caminhos lá em cima, pois atrás da estação existe uma enorme floresta com lagos e áreas para camping e piqueniques.


Dia 3: Voltei de Bergen a Oslo porque tinha que encontrar meu marido. Porém, a melhor logística seria seguir para Odda a partir de Bergen e fazer o percurso inverso ao que fiz. Novamente em Oslo, alugamos um Motor Home (leia mais sobre essa experiência aqui) e seguimos em direção ao Sul. Dirigimos bastante nesse dia e dormimos na beira da praia em algum lugar perto de Brusand. Nossa rota foi baseada nas trilhas Prekestolen e Trolltunga (foto abaixo) e, pela flexibilidade que o Motor Home permite, fomos explorando vários lagos, montanhas e parques no caminho. Inclusive, percorremos 5 das 18 famosas Rotas Turísticas da Noruega, que são trechos das estradas que são famosos pela beleza ao longo do caminho.

Trolltunga

Dia 4: No dia seguinte, percorremos a Rota Jæren #18 que de todas as 5, foi a que menos gostei porque a parte bonita não fica na beira da estrada, então é preciso sair da estrada o tempo todo para ver a praia. Nesse mesmo dia, fizemos a famosa trilha da Prekestolen, onde após 4km de uma subida leve/moderada chegamos ao mirante acima dos fiordes, que proporcionam uma vista deslumbrante (e até um pouco de vertigem).


Dia 5: Nossa ideia original era fazer a trilha de Kjerag, porém, a previsão do tempo não era das melhores e percebemos que não daria tempo de fazer tudo. Então aproveitamos para ir bem devagar e curtindo bastante as Rotas Ryfylke #17 e Hardanger #15, até chegarmos a Odda. Foram diversos lagos, montanhas, cachoeiras... Era tão lindo que acabamos levando o dia inteiro para percorrer os 200km, fazendo diversas paradas para fotos e lanches nos mirantes com mesas de madeira espalhados pelo caminho. Odda é uma cidadezinha pequena, mas bastante conhecida por ser o ponto de partida pra quem pretende fazer a trilha da Trolltunga. É uma trilha longa (22km ida e volta), com duração média de 8h a 10h, e o início é cansativo pela subida íngreme, mas o destino final faz cada passo valer a pena.


Dia 6: O último dia foi de volta a Oslo para o aeroporto. Como as estradas são agradáveis, nem deu a impressão de um dia perdido, e foi um ótimo passeio de fim de viagem.


Apesar de ser um destino caro, a nossa viagem não saiu tão custosa. Primeiro, porque a maioria das atrações são gratuitas (em algumas é necessário pagar apenas o estacionamento), e, segundo, porque no Motor Home podíamos preparar nossa comida e economizávamos em restaurantes. Veja mais dicas de como economizar em viagens aqui!

Se estiverem querendo orçamento de passagens e hospedagens, fale com a gente! Conseguimos ótimos preços :)

#Noruega #Europa #Fiordes #Trolltunga #Prekestolen

Posts recentes

Parceiros